MariaDB – Configurações Adicionais 2

Leave a comment
MariaDB - Configurações Adicionais 2

MariaDB – Configurações Adicionais 2

Nessa série de 3 artigos de Configurações adicionais, vamos tratar os seguintes assuntos:

      MariaDB – Configurações adicionais 1

 

      – Definição do arquivo de configuração geral do MariaDB –

MariaDB – Configurações adicionais 2
– Alteração do arquivo de configuração geral do MariaDB –

MariaDB – Configurações adicionais 3
– Habilitar/Desabilitar conexões remotas ao MariaDB –

No artigo anterior, verificamos o processo de definição do arquivo de configuração geral do MariaDB. Nesse artigo vamos acompanhar o processo de Alteração do arquivo de configuração escolhido.

A alteração do arquivo de configuração geral do MariaDB tem o propósito de automatizar o processo de backup dos Bancos de Dados, conforme descrito nesse artigo.
Ao rodar o comando “mysqldump –print-defaults”, são retornadas as configurações definidas atualmente para o comando mysqldump, na seção [mysqldump] do arquivo de configuração /etc/my.cnf do MariaDB, conforme abaixo:
[[email protected] etc]# mysqldump --print-defaults
mysqldump would have been started with the following arguments:
--port=3306 --socket=/var/lib/mysql/mysql.sock --quick --max_allowed_packet=16M

Abaixo a seção [mysqldump] no arquivo /etc/my.cnf
[mysqldump]
quick
max_allowed_packet = 16M

Para que a extração das informações da base de dados wordpress_01 funcione corretamente conforme utilizado na linha “mysqldump wordpress_01 > $FILENAME.sql” do artigo, teremos que efetuar algumas alterações nas configurações do MariaDB, conforme o roteiro abaixo

– Alterar a seção [mysqldump] da seguinte forma:
[mysqldump]
quick
max_allowed_packet = 16M
user = *usuario*
password = *senha*

– Restartar o serviço do MariaDB para que as novas definições surtam efeito, através do comando “service mysql restart”:
[[email protected] /]# service mysql restart
Shutting down MySQL. SUCCESS!
Starting MySQL.. SUCCESS!

– Verificar se os serviços do MariaDB estão rodando corretamente, através da análise do resultado do comando “ps -ef | grep mysql”, levando em consideração o horário recente que acabamos de restartar o serviço, e que é indicado conforme abaixo:
[[email protected] /]# ps -ef | grep mysql
root 9367 1 0 03:48 pts/0 00:00:00 /bin/sh /usr/bin/mysqld_safe --datadir=/var/lib/mysql --pid-file=/var/lib/mysql/hackends.com.pid

– Confirmar se as novas configurações foram carregadas do arquivo de configuração /etc/my.cnf, através da execução do comando “mysqldump –print-defaults”:
[[email protected] /]# mysqldump --print-defaults
mysqldump would have been started with the following arguments:
--port=3306 --socket=/var/lib/mysql/mysql.sock --quick --max_allowed_packet=16M --user=*usuario* --password=*senha*

No próximo artigo, vamos acompanhar o processo de Habilitar/Desabilitar conexões remotas ao MariaDB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *