MariaDB – Configurações Adicionais 1

Leave a comment
MariaDB - Configurações Adicionais 1

MariaDB – Configurações Adicionais 1

No artigo de instalação do MariaDB, executamos a instalação desse Sistema Gerenciador de Banco de Dados, porém algumas configurações adicionais precisam ser feitas.
Nessa série de 3 artigos de Configurações adicionais, vamos tratar os seguintes assuntos:MariaDB – Configurações adicionais 1
– Definição do arquivo de configuração geral do MariaDB –

MariaDB – Configurações adicionais 2
– Alteração do arquivo de configuração geral do MariaDB –

MariaDB – Configurações adicionais 3
– Habilitar/Desabilitar conexões remotas ao MariaDB –

Nesse primeiro artigo, vamos acompanhar o processo de definição do arquivo de configuração geral do MariaDB.

O arquivo principal de configurações do MariaDB, my.cnf permite configurar o MariaDB para ser executado da maneira que lhe convém, pois a maioria das variáveis do sistema podem ser definidas nesse arquivo.
A localização do arquivo depende da maneira em que o sistema foi instalado, mas podemos executar o comando abaixo, para verificar qual ou quais arquivos de configuração estão sendo utilizados:
[[email protected]]# my_print_defaults --help

OBS.: Todos os programas executáveis do MariaDB (mysqld, mysqldump, my_print_defaults,..), podem ler opções de inicialização através de arquivos de inicialização, para que não seja necessário utilizar opções de inicialização toda vez que executar os comandos.
Para se identificar os arquivos de configuração, basta utilizar a opção –help, sendo que a única exceção é o programa mysqld, onde é necessário utilizar as opções –verbose e –help juntas.

O comando “my_print_defaults –help” traz uma descrição de todas configurações possíveis e logo abaixo a linha com a configuração atual, indicando a ordem de leitura de configurações do MariaDB:
Default options are read from the following files in the given order:
/etc/mysql/my.cnf /etc/my.cnf ~/.my.cnf

Em meu servidor, o primeiro e último arquivos não existem, o segundo existe porém não define nenhuma seção ou variável importante. Caso o arquivo my.cnf não exista ou como nesse caso não tiver informações suficientes de configuração, podemos utilizar alguns dos arquivos abaixo, do diretório /usr/share/mysql, como configuração padrão:

      my-huge.cnf.sh

 

      my-large.cnf.sh

 

      my-medium.cnf.sh

 

    my-small.cnf

Optei pela configuração do arquivo my-medium.cnf.sh, que orienta sua utilização para sistemas com pouca memória em que o MariaDB é utilizado em conjunto com um servidor web:
– Copiando o arquivo de configuração para o diretório:
[[email protected] mysql]# cp ./my-medium.cnf /etc

– Renomeando o arquivo de configuração atual, para backup:
[[email protected] etc]# mv ./my.cnf ./my.bkp

– Renomeando o arquivo de configuração escolhido para o atual:
[[email protected] etc]# mv my-medium.cnf my.cf

– Reiniciando o MariaDB, para que as configurações surtam efeito:
[[email protected] /]# service mysql restart
Shutting down MySQL. SUCCESS!
Starting MySQL.. SUCCESS!

No próximo artigo, vamos acompanhar o processo de Alteração do arquivo de configuração geral do MariaDB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *